Sol, surf e observaçao de baleias

Desde as longas extensoes de areia de praias inexploradas da Costa Ocidental ate as orlas maritimas subtropicais de Maputaland, ha uma praia para todos os gostos. Veja o nascer do sol sobre o oceano Atlantico ou Índico, ponha o bronze em dia ou seja mais activo – a África do Sul oferece dos melhores surf, windsurf e mergulho do mundo. E depois ha as baleias…

O PARAÍSO DOS DESPORTOS NÁUTICOS

Os nossos programas de mergulho tem florestas de algas gigantes nos recifes de coral, o surf inclui programas divertidos na praia, tubos ocos e alguns monstros a serio, alem de termos um optimo surf ski ou as ondas de esqui, caiaque e vela.

Surf, windsurf, kitesurf, caiaque oceanico

“A África do Sul e dos melhores paises do mundo para a pratica de surf, com um cenario costeiro espantoso, boa qualidade de surf em qualquer epoca do ano, um nivel de vida barato e ao mesmo tempo de grande nivel, alem de uma cultura unica de que se pode orgulhar,’ diz Steve Pike, editor da Wavescape.

Poucos seriam os visitantes a discordar. Ha centenas de surf breaks por todo o pais – cerca de 50 a uma hora de carro da Cidade do Cabo.

Desde a ondulaçao segura para crianças e principiantes ate aos breaks epicos que assustam mesmo os concorrentes mais audazes nas competiçoes internacionais que se realizam em Junho e Julho.

A area do Cabo Oriental em volta do Cabo de Sao Francisco, Jeffreys Bay e Port Elizabeth – conhecidos em conjunto como Jay Bay pelos surfistas locais – conhecido em todo o globo pela qualidade das suas ondas.

Muitos dos albergues para os chamados turistas de mochila espalhados um pouco por todo o pais estao preparados para aluguer de pranchas, surfaris guiados e liçoes de surf e em Durban e na Cidade do Cabo existem boas escolas de surf.

A África do Sul tem locais assombrosos para a pratica de windsurf e kitesurf. Langebaan, perto da Cidade do Cabo, e internacionalmente reconhecida como um dos pontos de encontro mais badalados para todo o genero de pratica de surf – mas ha mais.

Uma maneira mais acessivel de experimentar o prazer do mar e andar de caiaque. Existem viagens guiadas em volta da Cidade do Cabo, Hermanus, Knysna, Plett e Durban.

Vela

A costa maritima da África do Sul e uma das mais desafiantes do mundo da vela, com poucos portos, muitas tormentas e, mares frequentemente bastante alertados. Nao e por isso uma boa opçao para levar um barco alugado.

No entanto, e um lugar optimo para aprender vela – ha escolas da modalidade na Cidade do Cabo, Porth Elizabeth e Durban – e disputam-se aqui algumas das regatas mais famosas do globo. As regatas locais sao inumeras tambem e a regata da Cidade do Cabo ate ao Rio de Janeiro e uma das mais celebres, atraindo um enorme contingente de barcos.

Mergulho

Se precisa que o convençam acerca da gravidade e do perigo da costa sul africana, nao precisa de ir longe – basta ver os naufragios mais recentes ou os que ficaram na historia – todos eles grandes tragedias, mas ainda assim boas noticias para os mergulhadores. Porem, nao se preocupe, temos mais para lhe oferecer do que esses sitios desoladores. O nosso ambiente submarino e do mais diverso e do mais belo que existe, com infinitos sitios fantasticos para mergulhar.

Possuimos uma linha costeira incrivelmente longa, dos 35º S aos 27º S, que nao fica propriamente ao alcance normal do mergulho tropical. Apesar disso, as correntes que descem de Moçambique pela costa oriental trazem aguas quentes e tropicais e Sodwana Bay, no KwaZulu-Natal, tem os recifes de coral mais a sul do mundo.

Encontrara aqui todo um conjunto de peixes com cores magnificas e algumas grandes lesmas do mar, incluindo a extravagante “dançarina espanhola’. Tubaroes baleia, tartarugas, golfinhos e tubaroes de areia sao muitas vezes vistos em zonas especificas.

À medida que vamos descendo a costa, o ambiente submarino muda gradualmente ate que, quando chegamos a Cidade do Cabo, ja estamos a mergulhar em aguas frias mas encontraremos lindissimas florestas de algas gigantes – onde podemos flutuar por debaixo da agua e admirar o surpreendente mundo colorido dos recifes.

Ha escolas de mergulho em praticamente todos os sitios, um grande numero delas, para nossa admiraçao, na cidade de Joanesburgo, tao isolada do mar, onde as pessoas fazem o seu treino antes de partirem para a Sodwana Bay para praticar mergulho.

Mas tome sempre muito cuidado com as zonas interditas. Um voo do nivel do mar para Joanesburgo pode demorar so uma hora, mas sobe-se quase 2.000 metros (7.000 pes) de altitude – e isso sem considerar o voo. O que representa um enorme risco, por isso deve ajustar o seu itinerario de modo a incluir um dia de visitas e excursoes, compras ou idas a praia antes de ir fazer mergulho e viajar em Joanesburgo.

CAPITAL MUNDIAL DA BALEIA

A África do Sul e um dos melhores destinos mundiais para observaçoes dos mamiferos marinhos. No inicio de Junho, as baleias franco astrais deixam o seu habitat no Antarctico para ziguezaguear nas aguas (relativamente) quentes da costa do Cabo.

Experiencias com a vida selvagem

É claro que os grandes mamiferos da África do Sul nem sempre estao na linha da costa.

Aqui acasalam, tem as crias e geralmente permanecem, ocasionalmente jogando a cauda para o ar ou pondo as cabeças de fora para ver por onde param as pessoas.

Na Cidade do Cabo pode ve-los da estrada, em qualquer sitio ao longo da False Bay (Baia Falsa) e, se estiver num sitio suficientemente alto, pode ve-los perfeitamente no litoral ocidental.

A cidade de Hermanus auto-proclamou-se a capital mundial da baleia – e nao anda longe da verdade. Estes animais imensos aproximam-se as vezes a escassos metros da costa e sao claramente visiveis do passeio panoramico no cimo do penhasco.

Mais a leste, a cidade de Plettenberg Bay tambem se auto-proclama capital da baleia – e igualmente com fortes motivos para o fazer. As baleias franco austrais podem ser vistas na baia entre Junho e Novembro e as baleias jubartes ou corcundas migratorias vem aqui por pouco tempo, mais ou menos em Maio ou Junho e depois, na sua viagem de regresso, entre Novembro e Janeiro.

As baleias de Bryde ou orcas sao vistas ocasionalmente, ao passo que os golfinhos nariz de garrafa e os golfinhos corcundas sao residentes todo o ano. Uma colonia de procriaçao de focas do Cabo completa a impressionante colecçao de mamiferos de Plettenberg Bay.

É em Plett que a industria de observaçao de golfinhos e baleias esta mais bem organizada, com viagens de barco, caiaque e aeronaves. A observaçao, as distancias e o tempo gasto com cada animal sao estritamente controlados para que nao haja a minima interferencia.

Na costa mais a norte de KwaZulu-Natal, os golfinhos de nariz de garrafa e os golfinhos corcundas tambem sao frequentemente observados dos barcos.

Reporter infoSA, incorporando material de Turismo Sul Africano